Movimento pela Soberania Popular na Mineração lança publicação na UFMA em São Luís

O MAM – Movimento pela Soberania Popular na Mineração, que tem um olhar crítico sobre a atividade e o modo como ela é desenvolvida no país, atingindo várias comunidades urbanas e rurais, lança, na próxima quarta-feira, dia 13 de junho, às 17h, no Auditório Prof. José Ribamar Chaves Caldeira, no centro de Ciências Humanas (CCH) da Universidade Federal do Maranhão, no Campus do Bacanga, em São Luís, o Dicionário Crítico da Mineração, que deve trazer luz a verbetes dados como incontestáveis pelos que advogam uma mineração sem crítica.

O dicionário deve consagrar a visão do movimento sobre a mineração, que defende a soberania do país sobre esse ramo de atividade, sem inversão dos papeis, pressionando e denunciando para que a atividade se submete não somente à legislação brasileira, mas aos direitos humanos dos atingidos: “Por um país soberano e sério, contra o saque nos nossos minérios, como diz seu lema.

O trabalho do MAM pode ser acompanhado durante o lançamento do Dicionário e também pela sua página na Internet: mamnacional.org.br